SOMENTE UM FATO
serei eu agoara,
somente eu nesse berço de solidão.
Com a cabeça erguida e o peito estufado,
diante da vida que me ensina a crescer,
a ser forte.
Me movo diante daquilo que deus me deu,
das escolhas dos homens da qual não posso mudar.
Somente eu sei oque é bom para mim!
Escolhas? Sou eu quem as fasso,
mas diante das circunstacias,
me restá correr.
Correr para longe,
bem longe daquilo que desejo por perto.
Tornou-se um fardo pesado oque era perfeição.
Erás prova de um amor sem palavras,
hoje palavras sem provas.
Apenas uma ilusão ao meu coração!
Algo que se mostrou e se acabou.
Algo que me fez crer que a teoria,
da qual tanto falei estava certo.
Quem ama mesmo!
Fará tudo para ficar com você!

Deixe uma resposta