ESSE SILÊNCIO
É como boiar
perdida entre pensamentos.
Tudo bem, está tudo bem…
Um vaziu confuso
eu bebo cada gole
sem intender.
Ela rola no silencio,
Não recordo oque fiz
só peço perdão.
Tudo bem, está tudo bem…
E se não estiver não importa
Me deixa sair dessa,
esse papel não é para mim.
Se ouvesse confirmação
Carregava essa flor e não as lagrimas
muito menos a dor.

Deixe uma resposta